Acusado de participar de morte de casal em Chapecó pega 48 anos de prisão

Por volta das 19h40 desta sexta-feira (2), o réu de ter participado da morte do casal de motoristas Evanir Pires dos Santos Taborda e Simone Da Silva Fialho, em Chapecó, no dia 20 de janeiro de 2021, foi condenado a 48 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver. A sessão do Tribunal do Júri aconteceu no fórum de Chapecó.
Os jurados admitiram as qualificadoras de motivo torpe e emboscada em relação a Evanir e motivo fútil e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima quanto à morte de Simone. Os trabalhos foram conduzidos pela equipe da 2ª Vara Criminal e duraram cerca de 11 horas.

As penas das mulheres condenadas pelo mesmo crime, em julgamento realizado nos dias 11 e 12 de outubro de 2022, finalizaram em 54 anos para a mandante e 39 anos para a outra acusada.

DI

spot_img
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais lidas

Publicidade
×