Alvo de operação não é servidor, mas sócio de empresa contratada para prestar serviço na prefeitura de Seara

A reportagem da Belos FM esclarece que não há nenhum envolvimento ou qualquer tipo de ligação do Município de Seara ou participação de seus servidores efetivos ou comissionados nos fatos veiculados na reportagem relativa à Operação Arquivo-Morto.

Apurou-se ainda que tais fatos não estão relacionados com os profissionais da área contábil do Município bem como que o contrato mantido pela prefeitura com a empresa de assessoria administrativa foi realizado por meio de regular processo licitatório e não é objeto de investigação.

O envolvido alvo da operação em Ipumirim integra uma empresa que presta assessoria a prefeitura de Seara não sendo servidor do município.

- Publicidade -
spot_img
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais lidas

×