Celesc lança campanha de economia de energia no Inverno

Com o objetivo de incentivar o uso consciente de energia durante a temporada mais fria do ano, a Celesc lançou hoje, 21, a Campanha “Nesse inverno, não se meta numa fria”. A ação apresenta dicas para que a população economize na conta de luz, por meio de mudanças de hábitos diários que impactam no consumo. A iniciativa inclui uma cartilha digital que será veiculada nos canais digitais da Empresa. Para isso, foram usadas personagens em 3D que levam a informação de forma simples e leve. Confira a cartilha da campanha neste link.
Em 2020, o consumo de energia nas residências aumentou 7,9%, em relação a 2019. Além disso, a estiagem, visível nos reservatórios do Sudeste, Sul e Centro-Oeste, reduz a capacidade das hidrelétricas. A saída é usar energia das termelétricas, que é mais cara. Por esse motivo, nossa campanha incentiva o consumo consciente, a fim de evitar o desperdício de energia.

Novos hábitos reduzem o consumo
Hábito como o uso demorado do chuveiro elétrico lidera o consumo de energia na maioria das residências e pode representar um acréscimo de 25% a 35% no valor total da conta de luz, já que nesta época a configuração do aparelho demanda 30% a mais de energia do que na posição verão. O gerente de projetos do Departamento de Eficiência Energética da Celesc, Rodrigo José Hoffmann, explica que, para que não haja aumento excessivo da conta de luz durante os meses mais frios, o banho deve durar no máximo 10 minutos.
“No inverno, uma pessoa que leva em média 30 minutos por dia no banho, ao final de um mês terá consumido 90 kilowatt/hora, equivalente a R$ 45,00 na conta de luz somente do custo do chuveiro ao final do período. Pode parecer pouco, mas se considerarmos que, em média, uma residência tem de três a quatro pessoas, com apenas um banho por dia o gasto se multiplica chegando ao valor de R$ 202,00, aproximadamente. Por isso, é ideal que o tempo do banho seja reduzido nessa época do ano para até 10 minutos”, pondera.
Segundo ele, quanto mais quente a temperatura do chuveiro, maior é energia exigida da rede para aquecer a água. “Para o uso consciente, o ideal é programar para horários em que a temperatura esteja mais elevada, como no fim da manhã ou início da tarde”.
O frio também contribui para maior frequência de uso da secadora de roupas, torneiras quentes e secador de cabelo. Hoffmann ressalta que, juntos, esses eletrodomésticos podem ser responsáveis por um aumento significativo na conta de luz. “Quanto maior o desperdício de energia, maior é o preço que o cliente e o meio ambiente pagam por ela”, alerta.
Confira a seguir, algumas dicas da Celesc para economizar energia durante o inverno:
Aquecedor no ambiente: durante o uso de aquecedores elétricos é importante manter janelas e portas fechadas para evitar a entrada de ar frio, limpar os filtros com frequência e desligar o aquecedor ou o ar condicionado quando se ausentar do ambiente por tempo prolongado. Como prevenção, nunca cubra um aquecedor elétrico, pois isso pode provocar um incêndio.
Lavadora e secadora de roupas: Com as baixas temperaturas, um dos desafios é como secar as roupas sem que elas fiquem com cheiro desagradável. Para isso, mantenha o filtro da lavadora sempre limpo, isso exige menos esforço da rede elétrica e, consequentemente, consome menos energia. Prefira secar as roupas ao ar livre. Quem mora em apartamento, deve pendurar as roupas o mais próximo da janela. Se usar a secadora, confira no manual a quantidade ideal de roupa para manter a saúde da sua máquina e do seu bolso. Nunca seque roupas atrás da geladeira, pois sobrecarrega o funcionamento do motor, aumenta o consumo de energia e coloca em risco a integridade do aparelho.
Forno e jarras elétricas: no inverno, a tendência de consumir mais líquidos quentes é muito maior do que em qualquer época do ano. As jarras elétricas facilitam o preparo de chás e cafés, mas consomem energia. Por isso, adica é usar mais o fogão convencional, pois além de esquentar a água, ele também aquece o ambiente. Durante o uso, abra a porta do forno apenas quando necessário para que não seja preciso usar mais energia para reaquecer o aparelho.

Torneira quente: caso possua torneiras de água aquecida em casa, para economizar energia e contribuir com a sustentabilidade do planeta, assim como no caso dos chuveiros elétricos, ajuste a temperatura da água para o nível médio de calor e mantenha a torneira fechada enquanto ensaboa as louças ou as mãos.
Secador de cabelos: antes de ligar o aparelho, enxugue ao máximo os cabelos com a toalha para reduzir o consumo de energia.
As dicas da Campanha de Inverno da Celesc podem ser conferidas também das redes sociais da companhia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui