Cidades da região beneficiadas com cestas básicas

O Programa Agro Fraterno entregou, na última semana, novas unidades de cestas básicas para mais três municípios do oeste catarinense. Dessa vez, Ipumirim, Seara e Concórdia, receberam os itens para doação às famílias do meio rural que passam por dificuldades em função da pandemia. Em Santa Catarina, a ação é do Sistema FAESC/SENAR-SC, em parceria com as entidades e organizações que fazem parte do Fórum Permanente do Agro Catarinense.
A doação dessa etapa foi feita pelo Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados (Sindicarne) e, além dos três municípios do oeste, contemplou outros seis municípios do Estado. Também são parceiros no Agro Fraterno a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAESC), Federação das Cooperativas Agropecuárias (FECOAGRO), Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social apoia com a logística de entrega e seleção dos beneficiários.
A entrega das cestas básicas para Ipumirim, Seara e Concórdia, ocorreu na última sexta-feira (3) na sede do CRAS de Ipumirim. O supervisor regional do SENAR/SC, Helder Barbosa, e o presidente do Sindicato Rural de Ipumirim, Neodi Gado, representaram o Sistema FAESC/SENAR-SC e os demais parceiros do programa durante momento de entrega aos representantes dos três municípios.
A diretora de assistência social de Concórdia, Denise Lopes, agradeceu a iniciativa de todos os envolvidos no Agro Fraterno e mencionou a importância desse ato de solidariedade. Destacou que, no momento, muitos não conseguem fazer compras por falta de emprego e as cestas básicas do Programa Agro Fraterno representam uma forma de contribuir para a alimentação de diversas famílias. “Essa ação deixará muitas pessoas felizes”.
O secretário de assistência social de Seara, Gilberto de Moraes Gonçalves, complementou que o auxílio é fundamental nesse momento que muitos pais de família perderam seus empregos e renda. “As cestas básicas beneficiarão muitas famílias necessitadas”, salientou ao destacar que, além da população local, o município conta com muitos imigrantes que também precisam de apoio.
Para a assistente social e coordenadora do Serviço de Atendimento Integral à Família (SAIF) e do CRAS de Ipumirim, Gessi Antunes de Campos, a iniciativa é nobre. “É uma ação excelente no sentido de ajudar quem precisa. Por mais que tenhamos no município uma legislação que fundamenta a concessão de benefícios eventuais, eles não são suficientes para atender toda a demanda, principalmente, por conta das migrações. Agradecemos de coração e esperamos que sirva de exemplo para outras instituições ajudarem também”.
Também receberam cestas básicas do Programa, na última semana, os municípios de Itaiópolis, Mafra, Canoinhas, Petrolândia, Vitor Meirelles e José Boiteux. Desde o início de agosto, foram disponibilizadas cerca de 11 mil cestas básicas aos municípios do Estado. O Agro Fraterno foi criado pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA), juntamente com o SENAR, a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e as entidades do Instituto Pensar Agro (IPA).
Segundo o presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC e da Comissão Nacional de Empreendedores Familiares Rurais da CNA, José Zeferino Pedrozo, o agronegócio seguiu produzindo alimentos para o Brasil e para o mundo com boa remuneração e com recursos altamente positivos para a categoria. “Por isso, é muito justo exercermos esse ato de solidariedade e, juntamente com nossos irmãos do agro, ajudarmos os produtores que vivem no interior e passam dificuldades”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui