Concórdia comemora aniversário sem os tradicionais eventos

A pandemia do coronavírus impactou o mundo todo de diversas formas. A principal mudança foi a suspensão de todo e qualquer evento que aglomere pessoas por conta do alto risco de contaminação. Como consequência, diversas programações, mundo afora, foram canceladas. Em Concórdia, não é diferente, e um deles chama a atenção: o aniversário do município, com o tradicional corte do bolo e da mortadela de metro, que não será realizado.

Será a primeira vez que o concordiense não terá a comemoração com as guloseimas em 24 anos, ou seja, desde que a festa com os produtos foi instituída, lá no ano de 1996, último ano da gestão do então prefeito Moacir Sopelsa. Na época, quando Concórdia comemorava 62, se tinha início uma das mais tradicionais festas de aniversário de todo o estado. A população, desde então, tinha programação definida todo dia 29 de julho.

Mas para não deixar a data em branco, a atual administração agendou outros eventos para que a população cante os parabéns pelos 86 anos de Concórdia. Assim como tem sido em todo mundo, a maioria dos eventos saiu do real para o virtual. Então, a prefeitura programou para este dia 29 uma grande live, que será transmitida através da página do executivo no facebook e também pelo youtube.

Serão oito horas ininterruptas de música, com bandas de Concórdia. Os shows começam às 10h. Às 15h haverá protocolo do Executivo e será cantado os parabéns pelo 86º aniversário do município. O público poderá interagir por Whatsapp, mandando mensagens em vídeos de até 30 segundos sobre o aniversário de Concórdia, que serão divulgados durante a live.

Ainda na terça-feira à noite, a partir das 19h, haverá um show acústico com os professores da Casa da Cultura. Durante uma hora, a população poderá curtir o melhor da música brasileira tocado por músicos de ponta, como Danny Silva, Fábio Jean, Flávia, Nando, Neri e Rodrigo. Haverá participação especial do Diretor de Cultura, Júlio Gomes e apresentação da professora Renata. A transmissão será pelo Facebook da Cultura e pelo canal da prefeitura no Youtube.

Para marcar estes 86 anos e não deixar a importante comemoração passar em branco, o jornalismo da Rural e da 96 produziu uma série especial de reportagens, que começou na segunda-feira, com entrevistas com ex-prefeitos, continuou na terça, com Luis Longhini conversando com empresários sobre o futuro do município, e termina hoje, com um resgate histórico do aniversário de Concórdia.

Histórias Curiosas

Vamos salvar o churrasco do aniversário!

Reza a lenda que no primeiro aniversário de Concórdia, ainda durante o ato festivo, antes do almoço, caiu uma chuva torrencial. Um delicioso churrasco estava sendo preparado, aqueles feitos em espetos de madeira, bem no centro da cidade, onde hoje seria a Praça Doggello Goss.

Enquanto as autoridades proferiam seus discursos, o temporal assustou os cidadãos presentes. Muitos destes pegaram os espetos de carne e escaparam da chuva. Restando apenas as autoridades e sem lógico – sem almoço. 


29 de Julho de 1929 – Onde hoje seria a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário/Pavilhão Cinquentenário (Atual Rua Marechal Deodoro – Praça Doggello Goss)


Lançamento de Leitoa

Outra história muito curiosa nos aniversários de Concórdia, que antigamente era junto com a Festa Nacional do Leitão Assado, foi o Lançamento da Leitoa. Além da Competição do Leitão Ensebado, uma disputa muito famosa na Capital do Trabalho. 

Conta-se que durante a FENAL de 1981, os suinocultores resolveram protestar contra a crise vivida pelo setor. A forma um tanto quanto inusitada de protestar ficou na memória de muitos concordienses já que uma leitoa foi lançada de paraquedas por meio de um avião no espaço aéreo do Parque de Exposições. Na foto pode ser observado inclusive um suspensório especial usado pela fêmea com a sigla da ACCS. 


A beleza “concordiense”

Que a beleza das concordienses chama a atenção, isso é indiscutível. Porém, nem sempre os concursos de beleza eram feitos único e exclusivamente para candidatas nascidas ou residentes na terrinha. Na X Fenal por exemplo, em 1989, na Ser Sadia, a ganhadora era da cidade de Chapecó e se chamava Neusa Rodminski. 


Aniversários do Parque de Exposições

Nem sempre as festas do aniversário de Concórdia eram realizadas no centro como conhecemos nos anos anteriores. Nos primeiros anos, as comemorações eram no Parque de Exposições e com shows. Umas das lendas sertanejas, Tonico e Tinoco já deram o ar da graça em Concórdia.


Essa é a terceira reportagem de uma série especial produzida para o aniversários de 86 anos de Concórdia pelos jornalistas Luan de Bortoli, Simone Vieira e Luis Longhini. Grande parte do material para montar a série foi coletado no  Museu Municipal de Concórdia Hermano Zanoni, com o apoio do responsável pela unidade, professor de história Raul Kussler.

Grande parte das imagens publicadas acima e, principalmente, logo abaixo, em nossa galeria, foram acessadas no Museu e são do acervo arquivado de O Jornal. Os repórteres também agradecem a todos os entrevistados, como os ex-prefeitos Luis Suzin Marini e Odacir Zonta, além dos empresários ouvidos por Longhini.  Agora, abaixo, fique com alguns registros históricos de festas de aniversário do município. 

Rural

Aniversário de 1989

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui