Criança que ficou presa em elevador morre em Chapecó

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

O menino de apenas quatro anos, que ficou preso em um elevador residencial na cidade de Mondaí, no Oeste, na segunda-feira, dia 25 de março, morreu nesta quarta-feira, dia 03, no Hospital Regional do Oeste (HRO), em Chapecó. Conforme a funerária responsável, a criança foi identificada como Angelo Müller Kich.

O cerimonial e homenagens acontece na Capela Mortuária da Funerária São João. Na quinta-feira, dia 04, às 07h, o corpo será trasladado para a igreja católica de Mondaí. Às 09h terá a celebração de corpo presente na igreja, e em seguida o sepultamento no cemitério municipal de Mondaí.

O incidente

No dia da ocorrência, o Corpo de Bombeiros informou que a vítima ficou presa por aproximadamente 25 minutos até o resgate. Chegando ao local, de imediato as equipes efetuaram o dimensionamento do local, gerenciando os riscos e iniciaram o desencarceramento da vítima com uso de técnicas com utilização de ferramenta hidráulica, expansor e calços.

Após o desencarceramento a vítima foi conduzida ao hospital para avaliação médica, sendo entregue a equipe médica do hospital de Mondaí. Devido à gravidade do caso, ele foi levado até o HRO, em Chapecó, onde não resistiu e morreu nesta quarta-feira.

Com informações Clic RDC

- Publicidade -
spot_img

Mais lidas

×