Estado luta pela igualdade tributária na produção de leite

Os valores pagos aos produtores de leite tiveram uma nova reação positiva em julho

Santa Catarina está lutando pela igualdade tributária na produção de leite com os estados do Rio Grande do Sul e Paraná.

De acordo com o presidente do Sindileite e do Conseleite, Válter Brandalise, enquanto não houver esta igualdade, Santa Catarina perde em termos de competitividade. Ressalta que a carga tributária é variável, mas os dois estados, PR e RS  possuem uma crédito de compra maior, em torno de 4%, o que faz com que levem vantagem em relação à Santa Catarina.

Ao oferecer o produto, os catarinenses enfrentam esta diferença, fazendo com que alguns mercados prefiram o paranaense e o gaúcho. Válter Brandalise lembra que os valores pagos aos produtores de leite tiveram uma nova reação positiva em julho. O maior ficou em R$ 1,89, enquanto menor está em R$ 1,42 e o valor de referência em R$ 1,53.

Valores são referentes à produção de julho a serem recebidos pelos produtores de leite em agosto.

Ivan Ampessan – Belos FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui