Grêmio empata em São Paulo e deixa de se aproximar do G6

Ainda não foi desta vez que o Grêmio conquistou a segunda vitória consecutiva no Brasileirão. Em um jogo pegado, com muita reclamação sobre a atuação do árbitro, o Tricolor ficou no empate por 0 a 0 com o São Paulo, neste sábado (17), no Morumbi. O resultado mantém a equipe no meio da tabela de classificação.

Com a ausência de Diego Souza, suspenso, o técnico Renato Portaluppi tentou surpreender ao escalar Luiz Fernando como centroavante. A formação deixou o time gremista com um ataque muito ágil que, logo a seis minutos, deu as caras com Pepê. Lançado em velocidade, o atacante trombou com Reinaldo na entrada da área e caiu pedindo pênalti, não marcado pelo juiz Rafael Traci.

Os comandados de Fernando Diniz, por sua vez, apostavam na troca rápida de passes para ditar o ritmo da partida. Por volta dos 15 minutos, a equipe paulista chegou a ter 86% de posse de bola. Contudo, só conseguia finalizar de longa distância, sem riscos para Vanderlei.

LEIA MAIS

Depois de 15 minutos acuado, o Grêmio enfim conseguiu se soltar. Em cruzamento feito por Cortez, a defesa são-paulina cortou parcialmente, Maicon pegou o rebote, mas a bola desviou no meio do caminho. O lance animou o time gaúcho, que equilibrou as ações e chegou mais duas vezes em sequência. Na primeira, em chute de Pepê da meia-lua. Depois, em cabeçada de Geromel para fora, após cobrança de escanteio.

Aos 28, nova reclamação gremista junto à arbitragem. Em falta cobrada em direção à área, Kannemann foi ao chão e pediu a penalidade. Com a bola rolando, a última chance antes do intervalo veio com Maicon, em chute que passou sobre o travessão de Tiago Volpi.

Na largada do segundo tempo, o São Paulo quis mostrar reação e Igor Gomes arriscou de longe, fazendo Vanderlei espalmar a batida para o lado. 

O Grêmio não se assustou e, em seguida, desperdiçou a chance de abrir o placar após falta cobrada na área, em que Kannemann não conseguiu colocar força para empurrar a bola para as redes. Porém, no mesmo lance, Geromel voltou a pedir pênalti, alegando ter sido empurrado pelo lateral Reinaldo. O VAR sequer foi acionado e o zagueiro gremista ainda recebeu o cartão amarelo por reclamação.

A irritação com a arbitragem ainda ganhou um ingrediente a mais quando Luiz Fernando foi caçado por Daniel Alves. Com dores, o atacante acabou deixando o gramado, assim como Alisson que também sentia a pancada no tornozelo. Assim, Thaciano e Ferreira foram acionados do banco de reservas. Em seguida, foi a vez de Lucas Silva e Jean Pyerre serem mandados a campo por Renato.

As trocas não arrefeceram o ímpeto tricolor e foi dos pés do meia Jean Pyerre, em cobrança de falta, que a bola quase acertou o ângulo do goleiro paulista.

A partida continuou nervosa, gerando reclamações a cada falta marcada. O placar, no entanto, permaneceu intacto até o apito final.

Gaúcha/ZH

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui