HSF inaugura Serviço de Oncologia mirando a busca pelo credenciamento ao SUS

Fotos Rádio Rural

Com uma alta demanda anual de mais de 600 pacientes acometidos pelo câncer em Concórdia, o Hospital São Francisco inaugurou na tarde desta quarta-feira, 28, o Serviço de Oncologia, que já funcionou no passado, mas estava desativado há vários anos. O espaço já está apto ao funcionamento.

Com uma equipe formada por aproximadamente 25 profissionais, a estrutura poderá atender da melhor forma a todos os pacientes de Concórdia e região que necessitam de tratamentos relacionados à doença, especialmente a quimioterapia. A médica responsável técnica pelo serviço é Morgana Chmiel.

Para o diretor-geral do Hospital São Francisco, Cluademir Andrighi, este é um momento importante e marca um divisor de água para a unidade hospitalar. O serviço vai poder atender uma demanda alta de pessoas diagnosticadas com o câncer, fazendo com que não precisem ser levadas a outras cidades. “É um marco importante essa reabertura do serviço. Não só para Concórdia, mas para toda a região do Meio-Oeste. Ele surgiu em virtude da demanda. Temos um estudo onde há mais de 600 casos de câncer por ano. Isso leva a uma deficiência na oferta deste serviço. Este é só um passo inicial, pois vamos atender somente planos e particulares”, destaca. “A nossa referência direta é Joaçaba. São 600 casos, obviamente alguns mais leves. Mas que necessitam do atendimento oncológico, seja de cirúrgico, ou quimioterápico. Nós tentamos de uma forma bem ampla atender a toda a necessidade da especialidade”, pontuou.

O diretor do hospital destaca ainda que o próximo passo visado pela instituição de saúde é a busca pelo credenciamento ao Sistema Único de Saúde. “Estamos de olho sim no futuro próximo, buscando a habilitação no SUS. O primeiro passo é abrirmos o serviço. A partir deste momento, nós buscaremos a habilitação. Depende de apoio governamental, de parlamentares. Na visita que tivemos do secretário do Estado, trouxemos ele para visitar. Ele disse que esse é o intuito do Estado. E vamos buscar com ele o pedido de habilitação”.

O serviço terá médica oncologista, um médico hematologista, um cirurgião oncológico, os demais cirurgiões da área oncologista, um proctologista, serviço de nutrição, farmácia, enfermeiras especializadas e técnicos de enfermagem. A médica responsável disse, em entrevista, que o serviço vai poder realizar todas as atividades inerentes ao tratamento.

O vice-prefeito de Concórdia, Edilson Massocco, também esteve presente no ato representando a adminsitração municipal. Em seu pronunciamento, ele destacou que estará à disposição para auxiliar a unidade de saúde na busca pelo credenciamento do serviço ao SUS.

Rádio Rural

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui