Inter vence o Caxias pelo Campeonato Gaúcho

“Inter do Beira-Rio” permanece 100%. Na volta dos titulares ao Gauchão, o time de Eduardo Coudet ficou abaixo no primeiro tempo, mas sobrou no segundo, venceu o Caxias por 2 a 0. O nome do jogo foi Lucca, que entrou no intervalo e marcou os dois gols, sendo um deles de bicicleta. Com o resultado, o Colorado subiu para 10 pontos em cinco rodadas.

Coudet repetiu a ideia do jogo com o Ypiranga, a mesma do ano passado. Sua força máxima, no momento, teve Aránguiz abrindo o meio-campo, com Hyoran pela direita, Wanderson na esquerda e Bruno Henrique centralizado. 

Isso deu liberdade para Alan Patrick se juntar a Valencia na frente. Na defesa, o técnico optou por Robert Renan como dupla de Vitão. No Caxias, o técnico Gerson Gusmão perdeu o centroavante Álvaro no aquecimento, e colocou Gabriel Silva em seu lugar.

Empurrado por mais de 25 mil torcedores, entre eles a cantora Luísa Sonza, que apareceu em um dos camarotes antes de seguir viagem para se apresentar no Planeta Atlântida, o Inter começou a partida em cima, como costuma fazer. Criou sua primeira finalização aos quatro minutos. Wanderson fez tudo sozinho, entrou na área a dribles e bateu, Fabian Volpi pegou. 

Inter recebeu o Caxias no Beira-Rio

Inter recebeu o Caxias no Beira-Rio

Lauro Alves / Agencia RBS

Colorados encararam o sol forte, com temperatura na casa de 34ºC

Colorados encararam o sol forte, com temperatura na casa de 34ºC

Lauro Alves / Agencia RBS

Lucca teve tarde iluminada no Beira-Rio

Ainda que não tivesse o ritmo alto habitual (o termômetro apontava 34ºC no Beira-Rio), o Inter insistia. Duas vezes, uma com Valencia outra com Hyoran, arrematou por cima do travessão. Aos 20, Bustos arriscou de fora da área, a bola passou perto da trave. Aos 26, Vitão ganhou da defesa em cobrança de escanteio, mas cabeceou para fora, desequilibrado.

Aos 30, Jean Pierre Gonçalves Lima parou o jogo para hidratação. Na volta, duas vezes faltou capricho para o Inter chegar à frente do gol. Na melhor delas, Hyoran errou o tempo da bola e perdeu um passe fácil, que deixaria Bustos em ótima situação.

O Inter voltou a dar trabalho ao goleiro do Caxias aos 42. Renê entregou para Wanderson, que serviu Alan Patrick. Da entrada da área, o capitão bateu e Fabian Volpi defendeu. Foi o último lance de perigo de um primeiro tempo arrastado.

Lucca define vitória no segundo tempo

Coudet não gostou do que viu e mexeu na equipe no intervalo. E, de certa forma, com uma surpresa: Lucca entrou na vaga de Hyoran. Com isso, Bruno Henrique abriu para a direita e Alan Patrick baixou para a linha de meias. Antes do primeiro minuto, o Inter teve sua melhor chance. Um lançamento para a frente encontrou Valencia sozinho, cara a cara com o goleiro. De pé esquerdo, na área, ele foi displicente e deu nas mãos de Volpi. 

Aos seis, outra boa chance. Alan Patrick e Wanderson combinaram jogada em cobrança de falta. Em vez de cruzar, o camisa 10 bateu por baixo, encontrando o camisa 11 na esquerda. De primeira, ele bateu, Fabian Volpi espalmou e a bola ainda bateu na trave antes de sair.

Aos oito, o novo Inter deu resultado. E justamente com a peça que entrou. Wanderson infernizou a defesa pela esquerda, driblando quem viesse pelo caminho. Ele cruzou na área, Lucca ajeitou na coxa e, de bicicleta, fez uma pintura no Beira-Rio: 1 a 0.

O jovem atacante entrou inspirado mesmo. Aos 15, Renê antecipou um passe no meio do campo e a bola sobrou para Wanderson. Ele tentou servir Valencia, mas a zaga cortou. Lucca pegou a sobra, entrou na área pela esquerda e deu um leve toque por cima para tirar Volpi do lance e ampliar o placar.

A vantagem permitiu que Coudet fizesse uma nova experiência. Aos 23, tirou Bruno Henrique e colocou o jovem Gustavo Prado, 18 anos. O Inter seguiu melhor, e o Caxias mal conseguia sair de trás. Essa postura dificultava finalizações para o time da casa, mas evitava riscos. Aránguiz, de fora da área, assustou Volpi, em chute que saiu por pouco.

Aos 39, Coudet fez mais uma troca: Wanderson descansou, dando lugar a Alario. Com essas trocas, Lucca foi para a direita, Gustavo para a esquerda, com Alario e Valencia de dupla de ataque. Pouco depois, a última substituição foi a saída de Vitão para o ingresso de Mercado. 

Dali por diante, o Inter do Beira-Rio só administrou a vitória. Agora, dois compromissos fora de casa, na quarta-feira contra o Santa Cruz e no domingo diante do São José.

GAUCHÃO — 5ª RODADA — 03/02/2024

INTER (2)
Anthoni; Bustos, Vitão (Mercado, 41’/2ºT), Robert Renan, Renê; Aránguiz; Hyoran (Lucca, int.), Bruno Henrique (Gustavo Prado, 23’/2ºT) e Wanderson (Alario, 39’/2ºT); Alan Patrick e Valencia. Técnico: Eduardo Coudet.

CAXIAS (0)
Fabian Volpi; Marcelo (Matheus Rocha, 28’/2ºT), Alisson, Denílson e Cézar Henrique; Barba (Joel, 28’/2ºT), Emerson Martins (Geilson, 11’/2ºT), Elyeser; Vitor Feijão (Zé Andrade, 11’/2ºT), Galvan (Tomas Bastos, 20’/1ºT) e Gabriel Silva. Técnico: Gerson Gusmão.

GOLS: Lucca (I), aos 8 e aos 15 minutos do segundo tempo;
LOCAL: Beira-Rio, Porto Alegre;
PÚBLICO: 25.478 (21.683 pagantes);
RENDA: R$ 627.975;
ARBITRAGEM: Jean Pierre Goncalves Lima, auxiliado por Tiago Augusto Kappes Diel e Fabricio Lima Baseggio.

PRÓXIMO JOGO
GAUCHÃO — 6ª RODADA
07/02/2024 — 21H30MIN
ESTÁDIO DOS PLÁTANOS (SANTA CRUZ DO SUL)
SANTA CRUZ X INTER

Gaúcha/ZH

spot_img
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais lidas

Publicidade
×