Laudo de acidente que matou duas pessoas em Xavantina é inconclusivo

O laudo policial aponta como inconclusivo para as causas do acidente que matou duas pessoas em colisão frontal entre dois veículos em Xavantina. A informação foi apurada junto ao Posto da Polícia Militar Rodoviária de Bom Jesus, que fez o levantamento de dados no local. Na batida morreram o empresário Jair Benetti, 55 anos, e seu funcionário, Darcísio Liesenfeld, de 38 anos. Eles estavam em um Fia Uno, placas de Xavantina, que colidiu contra um utilitário Saveiro, placas de Xanxerê.

A colisão ocorreu no KM 79 da rodovia SC-155, entre Xavantina e Xanxerê, por volta das 19h da sexta-feira, dia 18. Conforme o subtenente Cristiano Hunger, comandante do Posto da PMRv de Bom Jesus, não dá para apontar qual veículo seria o causador da colisão. Uma das explicações é que chovia no momento do acidente e a pista molhada ocultou ou dificultou a visualização de marcas na pista que possam sugerir a responsabilidade ou outro fator que poderia ter provocado a batida.

O motorista da Saveiro, identificado como Allan Patrick Velloso da Silva, em depoimento mesmo no hospital São Paulo, em Xanxerê, teria dito que o Fiat Uno invadiu sua pista de direção. De acordo com a PMRv, o condutor do utilitário de Xanxerê não tinha habilitação para dirigir. Por se tratar de versão unilateral, já que as outras duas vítimas faleceram no local, essa informação apenas é acrescentada no relatório, porém não tem peso para apontar responsabilidades.

Aliança/Belos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui