Seleção feminina perde nos pênaltis para o Canadá e é eliminada

Termina um ciclo do futebol feminino brasileiro nas Olimpíadas. Após empatar em 0 a 0 com o Canadá no tempo normal e na prorrogação, o Brasil perdeu por 4 a 3 nos pênaltis e foi eliminado nas quartas de final dos Jogos de Tóquio, um resultado que marca a despedida das Olimpíadas da geração de Formiga e Marta, medalhistas de prata em Atenas-2004 e Pequim-2008. Bárbara defendeu o chute de Sinclair no início das penalidades, mas Andressa Alves e Rafaelle pararam na goleira canadense Labbé nas duas últimas cobranças do Brasil.

Em entrevista à repórter Lizandra Trindade ao fim do jogo, Marta evitou responder sobre o seu futuro na seleção. “Não sei, não posso te dar essa resposta agora, estou com a cabeça a mil, vou deixar essa resposta para depois. Não dá para dizer no momento, estou muito emocionada. Peço para as pessoas não apontarem o dedo para ninguém, se tiver que apontar para alguém apontem para mim, já estou acostumada”, disse a camisa 10, que disputou pela quinta vez as Olimpíadas, aos 35 anos.

A seleção brasileira não teve boa atuação na partida desta sexta-feira, em Miyagi. Sem força ofensiva e a compactação pedida pela técnica Pia Sundhage, a equipe encontrou dificuldades para incomodar a defesa canadense e não chegou a ter uma chance clara de gol em 120 minutos de partida.

Globoesporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui