Trio acusado de homicídio qualificado é absolvido em júri popular em Concórdia

A Justiça de Concórdia absolveu o trio acusado de homicídio duplamente qualificado em Júri Popular realizado nesta  segunda-feira, dia 20, no Fórum da Comarca do município.

O crime foi em fevereiro de 2021, na Rua Ramos da Cruz, bairro Nova Brasília. Conforme a sentença expedida na tarde desta segunda, foram julgados os três réus pelo crime de homicídio duplamente qualificado, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo. Todos os réus foram absolvidos de todas as acusações.

Atuaram na Defesa os advogados Márcio Dal Piva, Bruna Gavrois Merlo, Jivago Uglini e o defensor público Leonel Andrade.

Conforme consta na denuncia, no dia 10 de fevereiro de 2021, a vítima que teria sido atingida por sete disparos de arma de fogo, não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito. A ordem de execução teria sido dada de um presidiário que estava recolhido em uma unidade prisional em Chapecó.

O trio, em posse de uma arma de fogo, se deslocou até a casa da vítima, onde a avistaram na porta de sua residência, quando houve uma série de disparos.

Ainda, segundo a denúncia do Ministério Público, os três denunciados agiram em união de esforços, por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima e acabaram ceifando a vida da vítima. O motivo do crime, de acordo com a investigação, teria sido motivado por facções criminosas rivais.

Com informações Rádio Rural

Publicidade
Publicidade

Mais lidas

Publicidade