Um em cada cinco adultos se vacinou contra Covid com duas doses ou dose única em SC

Santa Catarina atingiu nesta segunda-feira, 19, a marca de 20% da população adulta imunizada contra a Covid-19 com duas doses ou vacina de dose única, segundo dados do Monitor da Vacina do NSC Total. Isto significa que a cada cinco adultos, um está totalmente imunizado contra a doença. São 1.159.597 catarinenses nesta situação.

Se levar em conta toda a população do Estado, o número representa 15,99% do total. Em relação à primeira dose, já foram aplicadas 3.258.223, ou seja, 57,85% dos adultos e 44,93% do número total de habitantes. 

Nos grupos prioritários, a estimativa do monitor é que até o dia 27 de julho todas as pessoas que pertecem aos grupos prioritários recebam, ao menos, a primeira dose. Já a imunização completa começaria a ser finalizada no dia 28 de agosto, dependendo do tipo de vacina.

Até esta segunda-feira, Ipuaçu, no Oeste, era a cidade catarinense que apresentava o melhor índice de aplicação da segunda dose: 41,50% da população já está imunizada. Em contrapartida, Navegantes, no Litoral Norte, aparece no monitor com um índice de 5,61%, o menor do Estado.

Estado precisa de mais vacinas para avançar na vacinação, diz especialista

Levando em conta a média móvel, nos últimos sete dias, foram aplicadas 48.889 doses. Se continuar nesse ritmo, a previsão é de que toda a população seja totalmente imunizada até o dia 10 de fevereiro de 2022. Porém, a expectativa do governo estadual é de que, ao menos até o fim de agosto, pessoas com 18 anos ou mais, tenham recebido ao menos a primeira dose. 

Para o professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e imunologista, Daniel Mansur, a disponibilidade de vacinas é fundamental para manter o ritmo. 

— Eu não acredito que a velocidade seja dependente do Estado, mas sim da quantidade de vacinas disponibilizadas pelo governo federal. Historicamente, temos capacidade de vacinar bem mais do que estamos vacinando — salienta. 

Mansur acredita, ainda, que se o cronograma de doses for suficiente para suprir a necessidade, é possível, sim, que toda a população seja vacinada até o fim do ano. 

Nesta segunda-feira, o Ministério da Saúde confirmou que vai enviar mais 316.130 vacinas para Santa Catarina, da Astrazeneca, Pfizer e Coronavac. Dessas 213.680 são para primeiras doses, enquanto 102.450 serão destinadas para a segunda dose. Porém, ainda não foi definido quando elas serão encaminhadas aos municípios. 

— Esse novo quantitativo de doses vai permitir que os municípios catarinenses avancem ainda mais na vacinação por faixa etária, possibilitando o cumprimento do calendário de vacinação proposto pelo estado — explica o diretor da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), João Augusto Brancher Fuck. 

NSC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui