Véspera de feriado marcada por homicídio em Concórdia

A véspera de feriado do trabalhador foi trágico em Concórdia. Na noite desta terça-feira (30), por volta das 22h40, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados para atender um desentendimento na Rua Tapajós, no bairro Catarina Fontana. Neste mesmo local, em junho de 2023, uma pessoa foi morta por ferimentos de arma de fogo.

Chegando ao local, a PM constatou que uma pessoa, de 38 anos, apresentava ferimentos de faca e havia outra pessoa dentro de uma casa em óbito também com ferimentos no pescoço provocados por facadas. Uma terceira pessoa foi detida e levada à Delegacia de Polícia. Ela disse que houve um desentendimento entre várias pessoas que residiam no local por causa de comida. As demais pessoas que estariam na confusão saíram do local antes da chegada da polícia. 

Segundo informações a vítima fatal tinha 30 anos e completou aniversário no dia 30 de abril, data em que também acabou sendo assassinado. Ele e outros moradores da casa seriam da Bahia, mas moravam em Concórdia devido as atividades laborais.

A vítima ferida foi conduzida ao Hospital São Francisco pela guarnição dos Bombeiros Voluntários de Concórdia.

Conforme a Polícia Civil, o Delegado de Polícia Civil Alexander Meurer atendeu a ocorrência, durante plantão da 3ª Central Macrorregional de Plantão Policial da PCSC.

Quatro indivíduos foram autuados em flagrante pela prática dos crimes de homicídio doloso (art. 121, § 2º, inc. IV, do Código Penal), praticado em face da vítima Adilson Figueiredo dos Santos, e de homicídio doloso na forma tentada (art. 121, § 2º, inc IV, c/c art. 14, inc. II, ambos do Código Penal), praticado em face da vítima Givanildo Ribeiro Cruz.

Os crimes ocorreram no dia 30/04/2024, por volta das 22h30, na Rua Tapajós, nº 340, Bairro Catarina Fontana, em Concórdia.

Todos os envolvidos, autores e vítimas, residiam na mesma casa, local dos crimes. Ao que tudo indica, o motivo dos delitos seria por que os autores estariam suspeitando que as vítimas estariam furtando objetos pessoais deles.

Os quatros presos foram encaminhados ao Presídio Regional de Concórdia e passarão por audiência de custódia nas próximas horas. A vítima Givanildo permanece internada no Hospital São Francisco, em Concórdia.

Rural

- Publicidade -
spot_img

Mais lidas

×