Vítima de feminicídio é sepultada em Paial. Autor se mantém em silêncio

Clarice Libino, 38 anos, vítima de feminicídio na segunda-feira, 7 de junho, no centro de Paial, foi sepultada na tarde desta terça-feira, 8, no Cemitério Municipal, localizado na cidade. A cabeleireira foi morta com cinco tiros pelo companheiro, Claudiomiro Freitas. O casal estava separado há dois meses e tinha dois filhos.

Após o crime, cometido no salão de beleza de propriedade da vítima, o suspeito fugiu. A polícia realizou buscas e o localizou em linha Aparecida, interior de Paial. Ele estava na casa de parentes e foi convencido a se entregar.

O delegado de Itá, Marcos Giovani Silva, responsável pelo caso, informou à reportagem da Belos FM que como a prisão foi em flagrante, já que houve diligências contínuas após o crime, o autor já foi indiciado por feminicídio, com várias qualificadoras. Ele também pediu ao Poder Judiciário a conversão da prisão em flagrante para preventiva.

Claudiomiro Freitas, que se manteve em silêncio durante o depoimento, está detido no Presídio Regional de Concórdia.

Belos FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui