Grêmio vence e deixa a lanterna do Brasileirão

Em um jogo de poucas chances, o Grêmio contou com um pênalti marcado com auxílio do VAR nos minutos finais para vencer o Fluminense por 1 a 0 na noite deste sábado (17), no Maracanã. O chileno Pinares foi o responsável por converter a cobrança que garantiu a primeira vitória do Tricolor no Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Grêmio deixa a lanterna do Brasileirão. O Tricolor agora volta suas atenções para a Sul-Americana, onde receberá a LDU, na terça-feira, na Arena, em busca da vaga nas quartas de final do torneio continental. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso está marcado para sábado (24) diante do América-MG, também em Porto Alegre.

Confira a tabela do Brasileirão

Felipão tomou decisões diferentes na escalação do Grêmio em relação aos jogadores preservados da viagem ao Equador. Enquanto Geromel e Victor Bobsin retornaram naturalmente ao time, Rafinha iniciou no banco de reservas. Com isso, o treinador atendeu ao desejo de muitos torcedores mantendo Vanderson  na lateral direita. No lado do Fluminense, Roger Machado optou por poupar titulares em razão do confronto de volta com o Cerro Porteño, pela Libertadores, na terça-feira.

No mesmo Maracanã onde Brasil e Argentina decidiram a Copa América uma semana antes, os tricolores encontraram um gramado ainda sem as melhores condições. É verdade que o piso irregular dificultava a realização de jogadas mais elaboradas pelo chão, mas nenhum dos times também se mostrou disposto a arriscar.

Grêmio e Fluminense pareciam esperar pela iniciativa um do outro para contra-atacar aproveitando espaços. Esses espaços não apareceram e o que se viu no primeiro tempo foi uma partida com um nível longe das histórias gloriosas dos dois clubes.

Os números deixam clara a falta de produção das equipes. Nos primeiros 45 minutos, um chute fraco de Gabriel Teixeira aos 15 foi a única finalização no alvo. O lance nem pode ser chamado de chance de gol pela tamanha facilidade com a qual Gabriel Chapecó fez a defesa. 

No mais, apenas tentativas que sequer passaram perto das traves. O Grêmio teve três para fora. O Fluminense duas. Eram tão raras as ações ofensivas que até mesmo poucas faltas foram cometidas. A etapa inicial teve apenas um cartão amarelo, para o volante gremista Fernando Henrique, por reclamação.

Na saída para o vestiário, os discursos foram parecidos sobre os problemas das equipes. Jean Pyerre admitiu a dificuldade do Grêmio no último terço.

— A gente está pecando no último terço do campo, não estamos conseguindo definir as jogadas. Vamos conversar com o professor para melhorar isso. Defensivamente estamos nos portando bem, estamos bem no jogo — avaliou.

— Estamos com um bom volume para atacar, mas estamos errando no último passe. Deu para notar que o time deles busca muito bola longa e temos que ter cuidado — alertou o lateral-esquerdo Egídio.

Depois de um primeiro tempo sonolento, o jogo melhorou na etapa final. O Fluminense voltou do intervalo mais ativo e passou ameaçar o Grêmio, principalmente pelo seu lado direito de ataque. O Tricolor, porém, soube mostrar suas armas. Aos 9 minutos, Vanderson arriscou um chute de média distância e acertou o travessão de Muriel. A reposta carioca veio em uma bola parada. Após cobrança de escanteio, Luccas Claro desviou e acertou a trave esquerda de Chapecó.

A partida seguiu com o Fluminense tendo mais a bola e ocupando o campo do Grêmio, mas sem criar novas chances. O técnico Roger Machado então optou por fazer três mudanças aos 25.  Matheus Martins, Yago e John Kennedy entraram nos lugares de Ganso, Wellington e Abel Hernández. Roger ainda não estava satisfeito e fez mais duas trocas no setor ofensivo cinco minutos depois: Cazares e Lucca por Gabriel Teixeira e Luiz Henrique.

Já Felipão demorou para mexer. As trocas gremistas vieram apenas aos 39 minutos com Pinares e Ricardinho nos lugares de Jean Pyerre e Diego Souza. E quis o destino que uma das novidades garantisse a vitória ao Grêmio. Aos 44, após uma disputa entre Alisson e Calegari, o árbitro  Paulo Roberto Alves Júnior marcou inicialmente falta, mas foi avisado pelo VAR de que a ação havia ocorrido dentro da área. Ou seja, pênalti. Pinares cobrou sem chances para Muriel e acabou com o jejum de vitória do Grêmio no Brasileirão.

Gaúcha/ZH

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui