Morre a professora Eli Bellani

A professora Eli Bellani faleceu nesta segunda-feira (20), aos 76 anos, em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). A historiadora deu entrada em hospital de Florianópolis no dia 11 de junho.

Foto: Arquivo Pessoal / Festa de aniversário Rádio Chapecó

Eli Maria Bellani participava ativamente do dia a dia de Chapecó, tendo publicado sete livros. Era natural de Concórdia (SC), nascida em 22 de março de 1946. Recebeu da Câmara de Vereadores o título de cidadã honorária de Chapecó no dia 22 de março de 2012. Filha de Pierina Marafon Bellani e Gentil Bellani, mudou-se para Chapecó com a família da década de 1950.

Suas pesquisas tratavam de política, economia e esporte. Era sócia e torcedora fiel da Associação Chapecoense de Futebol. Quando estava em Chapecó, dificilmente perdia um jogo na Arena Condá. Uma vez no estádio, o primeiro lugar a ser visitado era a cabine da Rádio Chapecó FM 100.1.

O corpo será cremado e as cinzas trazidas a Chapecó, como era sua vontade.

Com informações, Rádio Chapecó

VEJA MAIS:

Mensagens destacam a contribuição da Belos Montes para Seara e região

População a partir dos 50 anos recebe a quarta dose contra Covid-19 em Seara